Árbitro é agredido por jogador durante partida de futebol

Um caso de agressão a árbitro em Botuverá chamou a atenção neste final de semana, em uma partida dos Jogos Comunitários, disputado no campo do Figueira. Fabrício Cruz de Maria foi covardemente agredido por Rodrigo Heiderscheidt, do time do Sessenta, e apresentou hematomas e sangramento no rosto.

“Marcamos um pênalti contra a equipe dele, e ele veio berrar comigo e levou cartão amarelo. Quando me virei ele me agrediu, ai apaguei”, conta o árbitro, que registrou boletim de ocorrência contra o jogador do Sessenta. “Me sinto péssimo, é algo que nunca havia acontecido comigo, mas sabemos que estamos propícios pela profissão”, lamentou, em entrevista ao portal EsporteSC.


O diretor de Esportes de Botuverá, Jeferson Andre Mariani, diz que foi encaminhado relatório para comissão julgadora e será marcada uma audiência para dar andamento ao julgamento do caso.

Em nota, o Sindicato dos Árbitros de Futebol de Santa Catarina (Sinafesc) lamentou os fatos e cobrou amparo para os árbitros agredidos. Veja abaixo a nota na integra.

“O SINAFESC, lamenta e repudia mais uma vez os fatos covardes e lamentáveis ocorridos nos municípios de Guabiruba e Botuverá, onde os árbitros foram covardemente agredidos por atletas. Fato que nos entristece e nos deixa inconformados.

Ambos os torneios a arbitragem foi escalada por empresas, sendo assim o SINAFESC espera que estas empresas amparem os árbitros envolvidos, dando todo o suporte necessário, pois estavam trabalhando sob sua responsabilidade. Infelizmente os fatos foram muito graves e não podem ser desconsiderados.”

Fonte: TV Brusque



Parceiros